quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Quinta de quinta.


Hoje fui ao shopping procurar um tecido pra depois mandar fazer um vestido e parecer diva na formatura da Eveline, injusto o fato de que pra parecer “gostosa”(olha a futilidade),tem que antes viver na pele uma sardinha em lata.Culpa da van,melhor,do motorista da van que é sem noção e pensa que aquele troço é do tamanho do chifre dele(indignação profunda exposta).Coisas normais que acontecem com os “sem transporte”,situação mais ou menos parecida com a dos “sem teto”,”sem dinheiro”,”sem assunto”,ou seja,sem alguma coisa importante,no meu caso seria um carro,uma moto,uma carona,uma condução menos apertada.No final andei pra caralho,não achei o tecido digno de diva,e ainda perdi a ultima van,decididamente uma quinta de quinta.Fora o sorrisinho sacana do vendedor do Paraíba dizendo : não tem,não tem,ah dessa cor também não tem!
Desculpem os palavrões pessoas, é que azedou a anfetamina hoje, e o dia juntando com a noite foi meio louco.Sempre me consola saber que amanhã é um outro dia,e ainda tenho tempo pra procurar alguma coisa descente pra vestir.
Mudando de assunto. Tenho algumas coisas pendentes, tipo estar com algumas pessoas que a tempos não estive mais,pessoas importantes,que amava de coração e hoje já nem sei.Esses pensamentos melancólicos normalmente tenho quando estou numa van lotada,ou em um feriado prolongado(o qual tenho apenas uma vez no ano),quando ouço as músicas de Chico,leio alguns poemas de Quintana,ou rabisco rostos nos meus papéis de rascunho na insônia da madrugada,é que durante o dia não dá tempo,e a noite quando estou em casa o natural é que eu desmaie (caio dormindo manja? Até umas duas ou 3,depois acordo pra rabiscar).Tem dia que tenho saudade de tanta coisa que não sei como cabe dentro do peito.Eu sou sensível e poucas pessoas acreditam ou sabem,pelo meu jeito largado,de tudo bem,mal sabem que carrego algumas coisas sozinha,e que meus erros me incomodam a ponto de me perseguirem sempre que não acertados.
Tá ai um desafio pra esse ano recente, meus amigos que eu distanciei serão perseguidos até me aceitarem de volta e perdoarem minha displicência. Não pela consciência pesada ou alguma coisa do tipo,mas pela necessidade de conversas bobas,abraços e cumplicidade.
Obs: Acima uma tirinha do Calvin(que particularmente adoro),falando sobre amizade.

8 comentários:

Larii disse...

O TPM³ fica muito feliz com o Sucesso do seu blog e por isso o premiamos com um selo "Olha que Blog Maneiro".

Vá lá ao TPM³, pegue o selo e premie os seus blogs preferidos!

Parabéns!

http://www.tpm-3.blogspot.com

Jaque disse...

rsrs... lindo desabafo.
É irriante quando algo dá errado, principalmente quando tem a ver com roupa.
Beijos
flordeluxo

De nascimento, Silva. disse...

hahaha, isso é tão... real!
adorei!
beijos
obrigada pelos comentaários
:)

pelavesso disse...

''Eu sou sensível e poucas pessoas acreditam ou sabem,pelo meu jeito largado''...
Engraçado, qualquer semelhança é mera coincidência. Por causa disso, criei a Anônima!
Mtu bom seu blog. Visitarei + vzes
;)

Beto Renzo disse...

É sempre assim (rs).
Os "largados" raramente são observados de perto... somos, assim, considerados almas de alumínio que só fazem atropelar os soluços da vida...
Sabemos que não é bem assim, não é?

Harold disse...

Oi Lêda!
OLha eu por aqui. Você citou que fez uma surpresinha para mim. Foi muito boa. Adorei prá caranho (desculpe o palavrão, não quis perder a chance de ser expressivo).
Agora que descobri você, voltarei muitas e muitas vezes. Tomara que a gente possa conversar aqui e no msn. Como pouco sei do Piauí, tenho certeza que meu aprendizado, pelas suas mãos,será instrutivo e divertido.
Um beijo e tudo de bom!

PALAVRAS AO VENTO disse...

Linda, texto bom. Você falou do dia a dia com muita inteligencia e particularidades. Anunciou sentimentos, raiva, saudade, emoção. Sabe que também tenho amigos que morro de saudades, hj me senti mais livre pra viver e pra retomar tudo que perdi (graças a análise- claro). mas td bem, o importante são as descobertas.
Bjs
obrigada por passar em meu blog

Sal Troccoli disse...

querendo uma boa noite para o local onde você mora, assim também lhe dizer que sua página é uma coisa linda de ler, meu tempo era um encanto para ela.

Meus abraços de longe, bem como uma bela rodada de aplausos para o seu trabalho.