sábado, 10 de outubro de 2009





E era assim : eu andava com pés descalços e descabelada pela casa,e isso era absolutamente aceitável.Costumava ficar olhando minha mãe na cozinha,não para adquirir dotes domésticos,eu ficava de olho no achocolatado enquanto ela reclamava do preço do leite,sendo que esse,mesmo com aumento constante,nunca faltava no dia seguinte,o que eu não entendia na época,porque além de caro ele nem era tão gostoso assim,só quando misturado ao achocolatado.
Uma das coisas que nunca perdi foi o paladar infantil,os cachos também ainda continuam bem parecidos,e minhas unhas continuam sendo roídas sempre que necessário.
No entanto,hoje sinto falta de ser adaptável ao colo materno,das correrias na ida pra escola,e da sujeira na infância.
Feliz dia da criança.





5 comentários:

Estela disse...

As boas lembranças da infância sempre nos traz saudades.
Feliz dia da Criança!
Bjs.

Maria disse...

Feliz dia, moça. Ludicidades!

=***

Tatiana disse...

Que coisa fofa...
Lembrei dos meus cachos, que nem são mais os mesmos. Ah, eu parei de roer unhas, mas ainda adoro as mesmas comidinhas de anos atrás.

Feliz dia das crianças!

ps: bom lê-la de novo! ;)

Ana Maria disse...

Tão bom ser criança,e não crescer nunquinha!

Joana Bia disse...

Deveria ser peste quando pituca.

^.^