quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Semana passada...

Comprei um par de tênis na cor azul,coloquei pq achei que vc iria aparecer esse final de semana pra elogiar nem que fosse com um olhar reprovador. Fiz o meu percurso de sábado a tarde pensando em te encontrar pelo menos no posto de gasolina onde comprávamos bebida não alcoólica barata,mas vc não apareceu.Então voltei a estaca zero depois de duas horas e meia em um ponto de ônibus,quando minha condução chegou e eu resolvi voltar pra casa carregando a mesma saudade que eu me encontrava quando sai de lá.No meu quarto aquele cachorrinho que vc me deu no dia do meu aniversário,sim,aquele mesmo com 2cm,que faz barulhinho e acende uma luzinha vermelha,e pra ouvir,aquela música que me faz lembrar o dia do assalto.Momento mais nostálgico,insiste em me perseguir até nas horas de sono,quando vc invade meu sonho com aquela frase: "assim tu me broxa menina". Sem vc decididamente não terei condições de algumas coisas importantes,como atravessar a Raul Lopes,livrar-me das facções criminosas situadas nas mediações dos shoppings de nossa pacata cidade,e de outros pequenos quase aterrorizantes perigos de uma vida boêmia. Enfim...sinto falta dos "sonho de valsa",de quando vc me censura,de suas técnicas de alto defesa,do seu ombro,do seu tórax gostoso(uiii),do óculos quase manco,e até da sua sandália.

PS.: Pq eu preciso de vc o tempo todo.

2 comentários:

Junior disse...

obedecendo a uma ótica filosófica dantesca, esta obra requere um âmbito em filosofia e cultura, regendo aos parâmetros naturais da literatura luso-brasileira.

Junior disse...

kkkkkkkkk.... eh o poder eh o bixo xuxu beleza
!!!